Sabem quem são os ginastas que vão ao Campeonato da Europa?

30415069 1031811836966485 1730984468690239488 npeq

30415069 1031811836966485 1730984468690239488 npeq30261003 1031811886966480 2125588961286946816 npeq

Os campeonatos internacionais de Trampolins há já alguns anos que têm ginastas da Académica a representar Portugal.

No fim do século passado com o Francisco Pinto, para a meio da primeira década de 2000 ser com o Pedro Quintal e a Denise Pieters e depois o Nuno Silvano, a que se juntou o João Saraiva em 2013, todos na especialidade de Tumbling.

A partir de 2014 essa representação nacional alargou-se às especialidades de Trampolim Individual (TRI), Trampolim Sincronizado (TRS) e Duplo Mini-trampolim (DMT), com o desempenho de Beatriz Pinto, Diogo Fernandes, Joana Abrantes e Sofia Guimarães, sem esquecer que a Francisca Pinto e a Lara Nogueira assumiram esse papel, também para o Tumbling.

Na semana que se aproxima, vamos ter a Joana e o Diogo em Baku (Azerbaijão), no 26º Campeonato da Europa de Trampolins, mas quem são eles?

Diogo Fernandes, aluno do 10º ano da ES Avelar Brotero, chegou à Ginástica aos 4 anos, fez todo o processo das nossas classes de formação e os Trampolins, foram o seu acesso à área de competição. Alguns resultados de relevo, incluindo títulos nacionais, faziam prever o ingresso na equipa nacional, coisa que aconteceu em 2016, quando agarrou um lugar nos 4 eleitos para a equipa júnior de DMT, embora ainda fosse juvenil. Em conjunto com os restantes colegas de equipa, trouxe de Valladolid, a medalha de bronze. Após voltar a representar Portugal no campeonato do mundo de 2017, vai agora, quase com 16 anos, repetir o desafio no DMT, na sua terceira internacionalização.

Aos 16 anos e aluna do 10º ano da ES José Falcão, Joana Abrantes, ingressou na ginástica ainda não tinha 3 anos e toda a sua evolução acompanhou a estrutura montada na nossa secção, até chegar aos Trampolins. Aí, veio o deslumbre do primeiro título nacional e da internacionalização para os CMGI em 2014, logo nas 3 especialidades. Em 2015 e 2017, volta a representar Portugal no mesmo evento, conseguindo a obtenção do estatuto de atleta de Alto Rendimento, face ao resultado obtido em Trampolim Individual. Mas a presença na seleção júnior, para o Campeonato da Europa era o grande objetivo do momento, que se vai concretizar em TRI e TRS, na companhia da Mariana Catarino da APAGL.

O João Marques e a Sofia Teixeira são por responsáveis que os põem a saltar. A eles e a nós, que vamos ficar por cá a torcer. PORTUGAL!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *