Ginástica Acrobática da AAC em grande participação no Maia International Acro Cup

Equipa Júnior vence competição por equipas e par misto obtém medalha de prata

A ginástica Acrobática da Associação Académica de Coimbra, teve no passado fim-de-semana mais uma excelente participação no Maia International Acro Cup 2014, prova que se realizou em simultâneo com a Taça do Mundo da FIG da mesma especialidade.

Este evento organizado pelo Acro Clube da Maia, vai já na sua 8ª edição e é actualmente considerado o maior torneio internacional realizado nesta área gímnica. Neste ano, contou com a participação de 600 ginastas e decorreu nas instalações do Complexo Municipal de Ginástica da Maia ao longo de 5 dias, 3 dos quais de competição quase ininterrupta ao longo de 12 horas. Para a edição deste ano, o clube organizador contou com a participação de ginastas de múltiplos países de onde se destacam Espanha, Reino Unido, Rússia, Bielorrússia, França, Cazaquistão, Bélgica, Estados Unidos, Canadá, Itália, Suiça e Porto Rico.

Com exercícios de grande acerto técnico e qualidade artística, os ginastas academistas obtiveram os melhores resultados de sempre em 7 participações no MIAC. A AAC esteve presente com 6 pares/grupos, 2 no escalão Age Group 2 (12-18 anos) e 4 no escalão Júnior.

Os destaques vão para a vitória por equipas no escalão júnior e para o 2º lugar do par misto júnior João Martins/Inês Germano (1º classificado na edição do ano transacto). A competição por equipas onde a AAC saiu vencedora foi também mais apertada do que o habitual e foram necessários 160,05 pontos de total para superar a equipa americana 2ª classificada, que ficou a 2,05 pontos da equipa da AAC. A equipa academista logrou em simultâneo um novo máximo, ao vencer com mais 5,05 pontos que na edição do ano passado, demonstrando a boa competição realizada. Esta equipa foi constituída pelos pares mistos João Martins/Inês Germano e Pedro Calheiros/Beatriz Côdeas e pelo trio Inês Cardoso/Rita Queirós/Margarida Lameiras.

Em termos individuais, destaque ainda para o 4º lugar de pares mistos juniores de Pedro Calheiros/Beatriz Côdeas e para o 6º lugar do trio Inês Cardoso/Rita Queirós/Margarida Lameiras, ambos em competições extremamente difíceis face ao nível dos competidores presentes. No mesmo escalão a académica esteve ainda presente como jovem par masculino Lucas Silva/Henrique Mendes que atingiram o 4º lugar numa prova em a progressão foi evidente.

Boas participações tiveram também os trios femininos do escalão Age Group 2 (com 28 trios em competição) onde Sandra Couceiro/Francisca Veloso/Isabel Pinheiro alcançaram o 14º lugar a apenas 0,05 pontos da final, e onde Ana Rita Pratas/Filipa Simões/Constança Monteiro se classificaram no 21º lugar devido a pequena falha no exercício realizado no 1º dia e que impediu o trio de um acesso à final que seria garantido face à restante boa competição que realizaram.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *