Académica ganha Torneio dos Templários! Sofia e Diogo vencem individual!

A classe de Trampolins da Secção de Ginástica da Associação Académica de Coimbra participou na 4ª edição do Torneio dos Templários​, realizado na cidade de Tomar, organizado pela Sociedade Filarmónica Gualdim Pais.

Este ano a prova teve a participação de 9 clubes, entre os quais 2 clubes espanhóis. É uma prova essencialmente por equipas, constituídas por um elemento de cada escalão: Sub12; 13-14 anos; 15-16 anos e 17+, por género. A AAC participou com 3 equipas, 2 femininas e uma masculina. Os clubes que participavam com equipas podiam também participar com ginastas individuais, o que permitiu a alguns ginastas um momento adicional de competição. Apenas os 6 melhores de cada escalão participariam na final.

 

O dia foi bem longo, com saída de Coimbra pelas 7h30. Os ginastas mais novos foram os primeiros a entrar em acção. Este foi o escalão com maior número de participantes (43 ginastas entre rapazes e raparigas). O escalão feminino viu 5 ginastas espanholas na final e 1 portuguesa: Rita Abrantes da AAC. No lado masculino, Francisco Reis foi o representante academista. As restantes participações foram todas elas bastante positivas: Beatriz Alves, Matilde Almeida, Rita Roque, Nina Pinheiro, Maria Dias e Maria Ana Monteiro todas terminaram as suas séries, de acordo com o objectivo esperado. De mencionar que este escalão era o mais díspar, já que tinha ginastas que já vão competir no escalão de Juvenis este ano e ginastas que ainda são Infantis.

No escalão 13-14 anos tivemos a participação de Maria Leonor Cunha, com um dos maiores desafios do dia, já que vinha experimentar um salto novo. Objectivo cumprido e sorriso na cara, apesar da pequena falha que a deixou à porta da final. A ginasta mais regular do dia foi Sofia Guimarães, que realizou pela primeira vez um duplo em prova e conseguiu cumprir todos os objectivos traçados. apurada em 2º lugar para a final. Do lado masculino, outra excelente participação: Diogo Fernandes. Numa prova de garra, quase com uma falha irreparável, o Diogo ainda assim, conseguiu o apuramento para a final em 1º lugar.

Nos 15-16, Joana Abrantes realizou as suas séries sem falhas, conseguindo um excelente 2º lugar para a final. Também com séries completadas, mas sem conseguir apuramento para a final: Carolina Carneiro e Beatriz Pinto. Este última ginasta num regresso às competições, após a recuperação de uma lesão. Miguel Batista foi o 3º rapaz em 3 a conseguir a participação na final. Apurou-se em 6º, numa prova sem falhas, dentro do que se previa.

Nos mais velhos participou o 4º rapaz a conseguir apuramento para a final, Luís Simões. Marta Marques que sendo 1ª reserva para a final, esteve presente na mesma devido a uma desistência de uma finalista. Beatriz Ferreira teve a tarefa mais ingrata do dia, pois sendo do escalão 13-14 anos, participou pela equipa como integrante nos 17+, permitido pelos regulamentos. Realizou uma prova sem falhas, mesmo com os desafios menos confortáveis que lhe foram propostos.

Outras ginastas também saltaram acima dos seus escalões: Leonor Cunha, Carolina Carneiro, Joana Abrantes e Marta Marques. Umas preliminares excelentes para os Trampolins da AAC: Todos os ginastas realizaram os 20 saltos previstos para as preliminares e conseguimos 8 participações na final nos 8 escalões envolvidos.

Resultado final: Vitória da equipa feminina: Rita Abrantes, Sofia Guimarães, Joana Abrantes e Marta Marques e 2º lugar para a equipa masculina: Francisco Reis, Diogo Fernandes, Miguel Batista e Luís Simões. 7º lugar entre 12 equipas para a outra equipa feminina: Matilde Almeida, Leonor Cunha, Carolina Carneiro e Beatriz Ferreira.

Nas finais, algumas sortes distintas: Francisco Reis conseguiu subir um lugar, terminando em 4º. Rita Abrantes após um início fantástico, falhou ao 8º elemento, terminando em 6º. Sofia Guimarães esteve magnífica e beneficiou da falha da líder, ganhando a prova individual. Diogo Fernandes saltou confiante e venceu sem qualquer oposição. Joana Abrantes saltou melhor do que nas preliminares, mas as adversárias foram melhores, descendo para 4º lugar final. Miguel Batista também saltou melhor nas finais, mas não foi suficiente para o pódio, terminou em 5º. Marta Marques teve uma falha a meio da série e manteve-se em 6º final. Luís Simões apesar de uma boa série, não conseguiu chegar às medalhas, terminou num excelente 4º lugar.

Uma jornada que terminou às 23h30, após um jantar de comemoração junto de outros vencedores do dia. É que a claque da AAC foi sem dúvida alguma a melhor do dia!

Parabéns e obrigado a todos, que este seja o mote para um ano difícil e desafiante que se avizinha!

FOTOS

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *